sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Merda


Merda








Chega-se à conclusão que "merda" deve ser a palavra mais versátil da língua
portuguesa!!!!


O uso do vocábulo merda é uma questão de educação.
Ninguém pode negar que o utilizamos para múltiplas circunstâncias,
relacionadas com muitíssimas coisas. Por exemplo:
Orientação geográfica:
-Vai à merda!
Adjetivo qualificativo:
- Tu és uma merda!
Momento de ceticismo:
- Não acredito nesta merda!!!
Desejo de vingança:
-Vou fazê-lo em merda!!!
Acidente:
-Já fizeste merda!
Efeito visual:
-Não se vê merda nenhuma!!!
Sensação olfativa:
- Cheira a merda...
Dúvida na despedida:
- Por que não vais à merda?
Especulação de conhecimento:
- Que merda será isto?
Momento de surpresa:
- Merda!!!
Sensação de gustativa:
-Isto sabe a merda!
Desejo de ânimo:
- Rápido com essa merda!!!
Situação de desordem:
- Isto está uma merda!!!
Rejeição, despeito:
- O que é que esse merdas pensa?
Para descobrir o paradeiro de qualquer coisa:
- Não sei onde foi parar aquela merda...
Interjeição comum:
- Que merda!!!
Crise das 17h30:
- Vou-me embora desta merda!!!
Futebol:
-Que merda é esta!!!






                                                                           

Sem comentários:

Publicar um comentário

Anterior  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png