domingo, 23 de novembro de 2014

Cancro

Cancro

Um dia um médico faz o diagnóstico de cancro, a uma senhora. Mas diz ao marido que aquilo está
em princípio e é curável. No entanto, é preciso que durante três meses não tenham relações normais com a mulher. Teriam que fazer o coito anal. Ela terá de compreender e consentir.
A senhora como queria ficar curada compreendeu, consentiu e passados três meses lá foi com o marido e a mulher ao médico fazer o novo exame.
Chegam lá e no final das análises, vira-se o médico:

-Óptimo! Muito bem! A senhora está curada! Eu não lhes disse?

Nisto pensa o marido e diz:

-Ora porra! E deixei eu morrer a minha Tia que era como uma mãe para mim, que tinha a mesma doença!
                                                                 


                                                                           










































Sem comentários:

Publicar um comentário

Anterior  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png