quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Asneiras

Asneiras

Pergunta um filho ao Pai:

-Papá, como é que começa a guerra?

Responde-lhe o Pai:

-Olha, supõe que a Espanha, por exemplo, apreendia um barco dos nossos…

Nisto mete-se a mulher:

-Ó homem! Não ensines uma coisa dessas  à criança. A Espanha nunca nos fazia isso. De mais, estamos de óptimas relações.

Diz o marido:

-Mas isto é só uma suposição…

Torna-se a meter a mulher:

-Mas é uma suposição parva. Não tem jeito nenhum.

Diz o marido:

-Ó mulher, cala-te. Isto é só como exemplo…

Diz a mulher:

-Cala-te tu, que estás dizendo asneiras.

Responde o marido:

-Fazes-me perder a paciência, diabo!

Diz a mulher:

-O quê? Estás a ameaçar? Julgas que me metes medo?

Diz o marido:

-Ó mulher… eu…

Nisto responde o filho:

-Pronto, papá! Pronto! Já sei como é que começa a guerra.
                                                                 


                                                                           


Sem comentários:

Publicar um comentário

Anterior  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png  photo rsz_feed-compressor-compressor_zpsf7904c18.png